quarta-feira, maio 22, 2024
Feira Do Livro 2019TODAS EDIÇÕES

TERRA, FOGO, ESPÍRITO, ÁGUA: AUTOCONHECIMENTO BASEADO EM UMA FILOSOFIA DE VIDA

Nesse domingo chuvoso abençoado pela mãe terra, o primeiro do mês de maio, se comemora o dia internacional da Permacultura. Essa filosofia consiste na criação de ambientes humanos sustentáveis com base na união de diferentes teorias, antigas e modernas. A Permacultura foi criada pelo australiano Bill Mollison, na década de 1970, e se tornou um movimento mundial. As pessoas consomem mais recursos do que a própria natureza produz. A partir disso, o principal objetivo da Permacultura é reverter este consumo pensando nas gerações futuras.

O grupo de estudos que representa a permacultura na cidade  se conheceu na Casa Círculo,no Campestre do Menino Deus e se uniram pelos interesses em comum de cada um. Os 12 integrantes são de diferentes áreas de estudos e se encontram em diferentes locais da cidade. Eles estiveram na praça na tarde deste domingo.

Douglas Muniz de Vargas, Cláudia Russo, Fernando Pozzobom, Luise Scherer, Matheus Dernadin, Marcele Echeverria, Marina Konrad são integrantes do coletivo. Muniz resume a filosofia na pergunta-chave: “como o ser humano pode desenvolver uma cultura de permanência?”  No Brasil, o foco maior da permacultura é voltado para o braço da agricultura. O sistema de design (desenho) é dividido em cinco setores, que visa otimizar um planejamento de ocupação em relação a uma vida mais sustentável. Isso garante um autoconhecimento a todos que participam.

Eles explicam  sobre o estilo de vida e as atividades desenvolvidas pelo grupo, tudo combinado por um grupo de WhatsApp. Com eles, os visitantes podem preencher um formulário para receber, por  21 dias, dicas de permacultura, com pequenas atividades a serem desenvolvidas por cada um  e em grupo, em três âmbitos: cuidado com a terra, cuidado com as pessoas, e relações justas (criação da harmonia no espaço). No local, também se pode conhecer a flor da permacultura, as áreas dessa filosofia. O desafio proposto pelo grupo começa dia 15 de Maio e vai até o dia 5 de Junho, o Dia Mundial do Meio Ambiente. Para celebrar a questão de sustentabilidade, no dia 8 de Junho terá um encontro na Casa Círculo, no bairro Campestre, que vai abordar as questões de sustentabilidade e empoderamento pessoal.

 

IMG_6620

Texto elaborado pelas acadêmicas de Jornalismo/UFN Gabriele Bordin e Juliana Brittes

Foto: Thayane Rodrigues/LABFEM-UFN

Professor responsável: Jornalista Bebeto Badke (MTb 5498)