quinta-feira, junho 13, 2024
Feira do Livro 2024

Atividades descentralizadas da 51ª Feira do Livro de Santa Maria iniciam nesta sexta-feira (24)

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura, torna pública a programação das ações descentralizadas da 51ª Feira do Livro de Santa Maria, que inicia nesta sexta-feira (24). O tradicional evento literário teve a programação atualizada em função das fortes chuvas que atingiram o Estado. Com as alterações, a Feira se transforma numa ação abrangente dividida em dois momentos.

O primeiro deles é a Feira Fora da Feira, que envolve as escolas e a comunidade artística e literária em um cronograma de atividades descentralizadas de incentivo à leitura em pelo menos 30 escolas públicas da cidade, sobretudo nas escolas rurais, de comunidades muito atingidas pelas enchentes, e escolas periféricas. Além disso, um cronograma de atividades no LabCriativo e o EduTech – espaços localizados no Mercado da Vila Belga – irá promover a inovação e a leitura para os alunos de Ensino Médio a partir de vivências criativas, bate-papos, palestras e oficinas. As atividades ocorrem de 24 de maio a 7 de junho. A programação completa está no documento em anexo.

ATIVIDADES LITERÁRIAS NAS ESCOLAS

Do dia 24 de maio a 7 de junho, atores e atrizes se transformam em mediadores de leitura e percorrem as escolas, levando leituras para compartilhar com os alunos. Os livros fazem parte do acervo da Biblioteca Municipal Henrique Bastide. Nas escolas situadas nos distritos de Santa Maria, as atividades ocorrem entre 4 e 7 de junho em instituições localizadas nos distritos de Arroio do Só, Arroio Grande, Palma, Boca do Monte, Pains, Santo Antão, São Valentim, Passo do Verde e Santa Flora. Também serão realizados seis encontros com escritores locais. São eles Iolanda Wilhelm, Edinara Leão, Onilse Noal Pozzobon, Auri Antônio Sudati e Armando Ribas Neto.

“Este festival multicultural não é apenas sobre livros. É também sobre comunidade, diálogo e aprendizado. Estamos sempre buscando inovar, ampliar o alcance, envolver a cidade neste que é um dos mais importantes eventos de Santa Maria. Com uma programação sempre plural, oferecemos, de forma gratuita, um enorme e diversificado banquete”, pontua a secretária.

INOVAÇÃO E LEITURA

O EduTech e LabCriativo, espaços interdisciplinares do Mercado da Vila Belga, irá sediar diversas atividades. Nos dias 4 e 5 de junho, ocorrerá uma série de bate-papos, oficinas e vivências direcionadas aos alunos do Ensino Médio de escolas públicas de Santa Maria. Nos dias 5, 6 e 7 de junho, a Missão Criativa, destinada aos alunos dos anos iniciais, irá propor workshops voltados à inovação e leitura. Já a Missão Startup, voltada aos alunos dos anos finais, promoverá a reflexão sobre o mundo, o meio ambiente, as necessidades atuais e a sustentabilidade por meio da criatividade.

A organização da Inovação&Leitura conta com a participação das Secretarias de Cultura e de Educação da Prefeitura Municipal de Santa Maria, da UFSM, por meio da Pró-Reitoria de Inovação e do Inova Centro e Inova RS, programas da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia do governo do Estado do Rio Grande do Sul.

NOVA DATA

O segundo momento da 51ª Feira do Livro de Santa Maria envolve os tradicionais estandes na Praça Saldanha Marinho, as conversas literárias do Livro Livre e as diversas atrações artísticas para o público santa-mariense. Estas atividades ocorrerão de 23 de agosto a 7 de setembro, e incluem nomes da literatura nacional como Zeca Baleiro, Nelson Motta e Daniel Munduruku. Esta programação segue em elaboração pela comissão organizadora da Feira do Livro, e deverá ser divulgada até o final de julho.

“A Feira inicia com um cronograma de atividades em escolas – periféricas e rurais – que contam com bate-papo com escritores locais, leituras compartilhadas e contações de histórias. Para os alunos de Ensino Médio, a Feira atrai pela inovação, em atividades no LabCriativo, envolvendo bate papos, Ideathons e oficinas. Entendemos que a leitura é essencial para o sucesso dos ecossistemas de inovação, pois ajuda a alimentar a criatividade, expandir o conhecimento, pensar sobre o meio ambiente, sobre a sustentabilidade, inspirar novas ideias e desenvolver habilidades essenciais” considera a secretária de Cultura, Rose Carneiro.

Esta edição da Feira do Livro tem como homenageada póstuma a professora, escritora e pesquisadora Aristilda Rechia. A patronesse desta edição é a professora titular de Linguística do Centro de Artes e Letras (CAL) da UFSM, Amanda Eloina Scherer. O professor homenageado é Enio Guerra, que por anos lecionou no Curso de Música da UFSM e atuou como regente titular e diretor da Orquestra Sinfônica da UFSM. Saiba mais sobre os homenageados aqui.

A 51ª Feira do Livro de Santa Maria é uma realização da Prefeitura de Santa Maria, por meio das Secretarias de Cultura e de Educação; Cesma; Câmara do Livro; 8ª Coordenadoria Regional de Educação; Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); Universidade Franciscana (UFN) e Instituto Federal Farroupilha (IFFar). A produção cultural é de Denise Copetti e Bah! Comunicação Criativa. O incentivo cultural é da Clínica Viver, Rede Vivo, Unimed e Sul Veículos, com apoio da Gráfica e Editora Pallotti. O patrocínio é da Corsan, com financiamento da Lei de Incentivo à Cultura (LIC) de Santa Maria e Fundo de Apoio à Cultura – FAC/RS, Secretaria da Cultura – Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Texto: Lenon de Paula (Mtb: 18.763)
Fotos: Ronald Mendes (Prefeitura)
Secretaria de Comunicação
Prefeitura Municipal de Santa Maria