LIVRO LIVRE

Dia 30 de abril (sábado):

Espetáculo Mundo na Mão

Idealizado e dirigido pelo premiado escritor, ilustrador e dramaturgo Roger Mello, “Mundo na Mão” é uma obra que cruza as esquinas perdidas do mundo por meio de personagens e narrativas musicais, poemas e contos.

Local: Programação presencial no Theatro Treze de Maio.

Horário: 20h.


Dia 1º de maio (domingo):

Afonso Cruz – Portugal

Escritor portugês, Afonso Cruz é o multipremiado autor de romances como Para onde vão os guarda-chuvas ou Jesus Cristo bebia cerveja. Recebeu, entre outros: Grande Prémio de Literatura de Viagens Maria Ondina Braga, atribuído pela Associação Portuguesa de Escritores; Prémio Fernando Namora. É escritor, ilustrador, cineasta e músico da banda The Soaked Lamb. Recebeu vários prémios e distinções nas diversas áreas em que trabalha. Os seus livros estão publicados em vários países.

Local: Transmissão virtual pelas redes da Feira do Livro.

Horário: 19h.


Dia 02 de maio (segunda-feira):

Eduardo Bueno (Peninha)

Eduardo Bueno é escritor, com mais de 30 livros publicados, jornalista, editor e tradutor. Com a coleção Brasilis, que reúne A viagem do descobrimento, Náufragos, traficantes e degredados, Capitães do Brasil e A coroa, a cruz e a espada, tornou-se o primeiro autor brasileiro a emplacar simultaneamente quatro títulos entre os cinco primeiros nas listas de mais vendidos dos principais jornais e revistas do país.

Eduardo também traduziu 22 livros, sendo o principal deles o clássico On the Road – Pé na Estrada, de Jack Kerouac, que marcou o desembarque da “literatura beat” no Brasil. Ao longo das décadas de 1980 e 1990, editou mais de 200 títulos, tendo colaborado com algumas das principais editoras brasileiras. Seu livro mais recente é ‘Dicionário da Independência – 200 anos em 200 verbetes.

Local: Programação presencial no Theatro Treze de Maio.

Horário: 19h.


Dia 03 de maio (terça-feira):

Show Opereta Pé de Pilão

Local: Programação presencial no Theatro Treze de Maio.

Horário: 19h.


Dia 04 de maio (quarta-feira):

Fernando Anitelli (O Teatro Mágico)

Fernando Eduardo Silva Anitelli é um ator, instrumentista, compositor e responsável pela criação do projeto O Teatro Mágico, um projeto que mistura arte circense, cultura, poesia e discussões políticas, nas quais Fernando debate assuntos relacionados a temas como a importância da arte e da cultura independente[carece de fontes?], pluraridade e distribuição livre de conteúdo. Fernando Anitelli foi o responsável em dezembro de 2003 pela criação da trupe do Teatro Mágico.

Local: Programação presencial no Theatro Treze de Maio.

Horário: 20h.


Dia 05 de maio (quinta-feira):

‘Velho Doutor’ – espetáculo em homenagem a M´ário Eleu da Silva

Médico, compositor e poeta, Dr. Mário Eleú teve vários trabalhos consagrados no cenário da música regional gaúcha e deixou um legado importantíssimo para o movimento. O show em homenagem ao escritor terá participações especiais de grandes parceiros como Dante Ramón Ledesma, amigos como Oristela Alves e Renato Mirailh, além do filho Eduardo Monteiro e dos netos.

Banda:

  • Ana Cláudia Rizzato – flauta e vocais;
  • Diogo Matos – teclado e vocais;
  • Vanderson Rocha – bateria e percussão;
  • Eduardo Abramson – acordeon;
  • Fabrício Simões – contrabaixo e vocais;
  • Régis Reis – violão e vocais;
  • Sabani Felipe de Souza – violão e vocais.

Local: Programação presencial no Theatro Treze de Maio.

Horário: 20h.


Dia 06 de maio (sexta-feira):

Literatura nos Games

Serão os games uma nova forma de narrativa literária? Hora de descobrir e entender. Com Christopher Karstensmith e Francis Almeida, mediação AZ Cordenonsi.

Local: Programação presencial no Theatro Treze de Maio.

Horário: 19h.


Dia 07 de maio (sábado):

Noite da Patronesse

#LEIAMULHERES – com Nikelen Witter e o clube de leitura Bem Ditas.

Local: Programação presencial no Theatro Treze de Maio.

Horário: 19h.


Dia 08 de maio (domingo):

Aline Bei

Aline Bei nasceu em São Paulo, em 1987. É formada em Letras pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e em Artes Cênicas pelo Teatro Escola Célia-Helena. No momento, cursa uma pós em escritas performáticas na PUC-RIO. Seu primeiro livro, “O peso do pássaro morto”, publicado em 2017, foi finalista do prêmio Rio de Literatura e vencedor do prêmio São Paulo de Literatura e do prêmio Toca. A mesma obra foi publicada na França, em 2022, pela editora Aldeia. Seu segundo livro, “Pequena Coreografia do Adeus” foi publicado em abril de 2021 pela Companhia das Letras. Será adaptado para o teatro por Tarcila Tanhã.

Local: Programação presencial no Theatro Treze de Maio.

Horário: 19h.


Dia 09 de maio (segunda-feira):

Eliana Yunes

O Maravilhoso e o Fantástico na literatura infantil de Monteiro Lobato

Local: Transmissão virtual pelas redes da Feira do Livro.

Horário: 19h.


Dia 10 de maio (terça-feira):

Rima com Igor Tadielo e Pablo Cardoso

Igor Tadielo e Pablo Cardoso unem-se em um projeto que os identifica, interpretando canções autorais e releituras de canções já conhecidas, escolhidas pelas mensagens que suas poesias retratam. Desprovidas de preconceitos e cantadas por uma nova geração, que preserva o que já foi feito, mas que tem o dever de mudar alguns olhares herméticos da música do Sul que já não cabem mais serem reproduzidas nos dias de hoje.

Igor e Pablo são a representação da nova geração da música gaúcha. Têm no seu alicerce o amor pela música, e nas suas características, a oxigenação e a contemporaneidade que uma nova geração pede, sem perder-se das suas raízes.

Local: Programação presencial no Theatro Treze de Maio.

Horário: 19h.


Dia 11 de maio (quarta-feira):

Sarau Dxs Atrevidxs

O encontro poético literário, Sarau dxs Atrevidxs  vai reunir escritoras e escritores convidados de Santa Maria e região para lerem seus poemas ou trechos de suas obras. O encontro é mediado pela escritora Karina Maia Dick.

Local: Programação presencial no Theatro Treze de Maio.

Horário: 19h.


Dia 12 de maio (quinta-feira):

TV OVO – Lançamento do documentário ‘Tempos de Peste’

Os tempos de peste rondam a história da humanidade. A espiral histórica prova que um século não é capaz de transformar a sociedade. Descrença, intolerância e desigualdades estão presentes no surto de peste bubônica que ocorreu em Santa Maria na década de 1910 e na pandemia do novo coronavírus que surge em 2020. Projeto Por onde passa a memória da cidade, Realização TV OVO, Financiamento LIC/SM.

Local: Programação presencial no Theatro Treze de Maio.

Horário: 19h.


Dia 13 de maio (sexta-feira):

Agostta

Artista independente, nascido no Rio Grande do Sul, que traz em seus trabalhos fortes influências do Pop, Sad e R&b. Começou sua carreira solo no ano de 2019 com o single ‘Tô Com Saudade‘, e a COLLAB ‘Embalo‘, duas faixas que receberam notável visibilidade nas plataformas de streaming. 
 Além de canções como ‘Três Copos‘, ‘Bem-Vinda‘ e ‘Vila Madalena‘, o artista gaúcho já passa da marca de 2.000.000 streamings nas plataformas. 


Local: Programação presencial no Theatro Treze de Maio.

Horário: 19h.