LITERATURA POLICIAL EM DEBATE NA PRAÇA

Na tarde deste sábado, 7, a Editora Libretos reuniu os escritores de literatura policial: Antonio Cattani, autor de L.Novela de Mistérios, Guilherme Cassel, com  Jogo Jogado e Outras Histórias e Rafael Guimaraens, escritor de Tragédia da Rua da Praia e Dama da Lagoa.

O debate percorreu as fases do gênero, apresentando suas principais obras. Foram lembrados autores como Agatha Christie, Dashiell Hammett, Stieg Larsson, Luís Fernando Veríssimo por Ed Mort e outras obras clássicas como Psicose e O nome da Rosa.

   O escritor Guilherme Cassel revelou que os romances policiais entretêm os leitores por causar um sentimento de estranheza e a possibilidade de enxergar a vida de outra forma, de mudar os seus conceitos, mostrando que essa estrutura narrativa faz o leitor se identificar  com um pouco de cada um dos personagens desta literatura.

O mediador do debate, Rafael Guimaraens, abordou as obras dos dois escritores convidados, fazendo um resumo das obras dos autores e ressaltando a criatividade dos dois. Ele conta que a maior felicidade de um escritor não está no número de vendas: “Não importa se vender poucos exemplares, mas se o leitor ler até o fim e gostar, prender a atenção deles é o nosso maior prêmio”, finaliza.

fotos JULIANO DUTRA pauta LITERATURA POLICIAL

Assessoriade Imprensa – UNIFRA
Texto: Acadêmico de jornalismo Oly Fagundes

Foto: Lab. de Fot. e Memória Juliano Dutra
Professor responsável: Bebeto Badke (MTB 5498).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *