A ALEGRIA CONTAGIANTE DE VIVI

Eu toco minha guitarra /eu toco minha flauta

O passarinho canta, pio, pio, pio, pio, pio!

O mia, miau, miau, miau!

O cão late, au, au, au!

A Vithória é uma boneca, mas muito sapeca!

Viva a Vithória!

Foi com este entusiasmo que Carlos Alberto Bellinaso e sua filha Vithória, recebiam a todos no lançamento do seu primeiro livro infantil Vivi e o cão amarelo, com ilustração de Byrata,  na tarde desta quinta-feira, dia 05,

O mais interessante em Vivi e o cão amarelo, é que sua história traz uma protagonista autista, o seu cotidiano e a relação da menina com o seu mais novo amigo, um cãozinho amarelo. Contudo, essa obra não é sobre o autismo, mas sim sobre uma bela amizade e suas grandes aventuras.

“Embora o livro traga elementos que remetem ao autismo, como a roupa azul de Vivi (a cor símbolo do autismo), a mensagem dessa história é que a criança ensina que viver é simples: basta ter alegria e simplicidade no coração”, ressalta Bellinaso.

DSC_7910

Assessoria de Imprensa UNIFRA
Texto: Acadêmicos de Publicidade e Propaganda Eduardo Biscayno de Prá e Jornalismo Luiza Chamis
Foto: Laboratório de Foto e Memória / Pedro Gabriel Gonçalves
Prof. Responsável: Jornalista Bebeto Badke (MTB 5498)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *