terça-feira, maio 28, 2024
Feira Do Livro 2016TODAS EDIÇÕES

DUDU E O PÁSSARO DA ALMA

“No fundo do corpo mora a alma. Ninguém a viu, todos sabem que ela existe. No centro da alma, está um pássaro, é o Pássaro da Alma. Ele sente tudo o que nós sentimos.” A abertura da peça A Graça da Garça sem Graça inicia-se com um trecho do livro infantil O pássaro da alma, que inspirou a diretora Gabriela Amado.

“Quando nós decidimos criar um espetáculo infantil, pensei: Se eu fosse dizer algo para ela através de um espetáculo, o que seria?” Então Gabriela escolheu falar sobre esse universo da alma que, na formação das crianças, é deixada de lado.  “Será que temos alma? Como será que é a minha alma? Será que a minha alma é diferente da sua?”, justifica Gabriela.

Pela primeira vez na Feira, o Teatro VagaMundo apresentou a história de Dudu e o pássaro. O menino inicia o espetáculo entediado, sem saber o que fazer ou com o que brincar até encontrar um livro. Cada vez que Dudu manuseia suas páginas um passarinho começa a cantar. A procura do seu canto, o menino tem a brilhante ideia de se fantasiar e assobiar como um passarinho para conseguir interagir com a ave. Juntos eles vivem grandes aventuras e descobertas pelas caixas da alma em um cenário cheio de cor e alegria.

Muitas famílias apreciaram a atuação de Daniel Lucas e Julia Zuke na tarde desta segunda-feira na praça Saldanha Marinho. “A peça trouxe uma reflexão importante sobre a alma e o que trazemos junto com ela”, comenta Roberto Ávila, 36 anos, que veio com sua filha Eduarda, 6, para assistir o espetáculo.

Graça

ASSESSORIA DE IMPRENSA – UNIFRA
TEXTO: Acadêmica de Jornalismo Luiza de Giacomo Chamis
FOTO: Laboratório de Fotografia e Memória / Maria Luísa Viana
Prof. Responsável: Jornalista Bebeto Badke (MTB 5498)