quarta-feira, maio 22, 2024
Feira Do Livro 2017TODAS EDIÇÕES

DA ÁGUA QUENTE DO CHIMARRÃO AO NANQUIM DAS CANETAS

A feira tornou-se um grande salão de humor e talento nesta manha de sábado, dia 6. O 13º encontro de cartuchos reuniu artistas de 11 cidades do estado.  Segundo Maucio Rodrigues, idealizador do projeto, o encontro tem a proposta de reunir e trocar ideias, valorizar e colocar na vitrine o ofício de cartunista para buscar mais visibilidade.

Ao longo da manhã o público além de poder prestigiar o trabalho deles também pôs a mão na massa, aprendendo técnicas, sentindo a experiência de ser um cartunista e brincar com o cotidiano nas telas espalhadas pela feira. O Cartucho é o momento de confraternização dos cartunistas.

‘’Meu primeiro encontro do cartucho, ocorreu há 13 anos, no início se chamava  Santa Maria Cheia de Graça, que tinha o objetivo de fazer um salão de humor” revela o chargista Elias Monteiro.  Logo depois os cartunistas se reuniram com o Maucio que escolheu promover não mais um salão de humor, mas sim um encontro de cartunistas onde todos vão beber, comer, desenhar.  “Desde então, conseguimos manter esse sucesso de trazer sempre um número bem expressivo de cartunistas na praça”, destaca Elias.

A cartunista Greice Bozzatto, oferece um trabalho diferente trazendo as crianças para fazer os desenhos, ela ressalta que são o futuro do cartoon, e que com essa iniciativa tem como objetivo despertar o amor pelo desenhos nas crianças.

Crianças se esbaldaram desenhando na praça.(Foto: Pedro Gonçalves/LABFEM-UNIFRA)
Crianças se esbaldaram desenhando na praça.(Foto: Pedro Gonçalves/LABFEM-UNIFRA)

Texto elaborado pelos acadêmicos Lucas Cirolini, Mateus Ferreira e Pedro Gonçalves/Jornalismo UNIFRAProfessor responsável: jornalista Bebeto Badke (MTb 5498)