terça-feira, maio 28, 2024
Feira Do Livro 2019TODAS EDIÇÕES

PROGRAMAÇÃO DE QUARTA, 1º DE MAIO

13h – Abertura da Feira

14h – Lançamento de livro infantil

Lelé João-de-Barro: arquiteto de histórias – Clarissa Pereira, Daniel Pereyron e Neli Mombelli

15h – REVOADA POÉTICA COM ALESSANDRA ROSCOE

Pipas que ganham, na caligrafia de crianças, textos retirados de seus livros favoritos e, por fim, as pipas ilustradas por renomados escritores e ilustradores. A Oficina vai reunir 40 crianças na Praça Saldanha Marinho.

Mineira de Uberaba, Alessandra Roscoe se encanta pelo mundo literário desde a infância. Em 2013, criou o Uniduniler Todas as Letras e o Festival Itinerante de Leitura, que coordena e realiza desde então. O projeto foi reconhecido, em 2017, pelo Centro Regional para o Fomento do Livro na América Latina e Caribe (CERLALC), organismo ligado à UNESCO, como uma das melhores práticas de incentivo à Leitura na primeira infância na América Latina e Caribe.

 

17h – Lançamento de livros

Taquarê – Entre Um Império e Um Reino – Mateus  Ernani Henzmann Bulow

Vivências e Aprendizados Literários na Feira do Livro de Santa Maria – Maribel da Costa Dal Bem (Org.) – EEEM Cilon Rosa – Turmas 301, 302, 303, 304

Reticências – Maribel da Costa Dal Bem (Org.) – EEEM Cilon Rosa- Turmas 301, 303, 304, 305

18h – Intervenções poéticas na praça

 19h – LIVRO LIVRE –  Eliane Brum – No Hotel Itaimbé

Eliane Brum é escritora, jornalista e documentarista. Trabalhou por 11 anos no jornal Zero Hora, de Porto Alegre, e por 10 anos na revista Época, em São Paulo, como repórter especial. Desde 2010 tornou-se freelancer, dedicando-se a grandes reportagens, livros e documentários. Como jornalista, recebeu mais de 40 prêmios e homenagens, nacionais e internacionais, entre eles Vladimir Herzog, Esso, Sociedade Interamericana de Imprensa e Rei da Espanha. Publicou cinco livros de não-ficção: Coluna Prestes, o avesso da lenda (1994, Prêmio Açorianos de autora-revelação) , A Vida Que Ninguém Vê; (Prêmio Jabuti de 2007), ;O Olho da Rua; (2008), A

Menina Quebrada (2013, Prêmio Açorianos de melhor livro do ano) e Meus desacontecimentos (2014). Também publicou o romance Uma Duas (2011, finalista do Prêmio São Paulo de Literatura e do Prêmio Portugal Telecom de Literatura). Assina a direção e o roteiro de quatro documentários: Uma história severina; (Imagens Livres, 2005, ganhador de 17 prêmios), Gretchen Filme Estrada; (MIxer, 2010), Laerte-se (Netflix, 2017) e Eu+1 – uma jornada de saúde mental na Amazônia (Projeto “Refugiados de Belo Monte”,  2017). Atualmente, assina uma coluna quinzenal no site do jornal El País, publicada em português e espanhol, e uma coluna quinzenal no jornal impresso El País, de Madrid, publicada apenas em espanhol. É também colaboradora do jornal britânico The Guardian e outros jornais europeus.

Foto Eliane em reportagem