EDUCAÇÃO, CIVISMO E ÉTICA NA ÓTICA DE LAMBERTY

Salvador Lamberty lançou no final desta tarde de sábado 29, o livro Os Descaminhos do Poder. Na obra, o também poeta e compositor discute várias situações da política brasileira como a educação, corrupção e valores. O autor acredita que o Brasil tem tudo para ser uma nação poderosa no cenário mundial, porém “ só faltam educação, civismo e ética, pois se tivéssemos uma melhor formação dos jovens, teríamos o caminho iniciado para o parâmetro central da política: ética”.  Segundo Lamberty, há um conjunto de crises no Brasil como educação, honestidade, econômica e moral, que podem ser resolvidas com a implantação de um modelo ético de vida, reforçado pelos exemplos cotidianos, influenciando as próximas gerações.

Sobre os desvios de conduta, o famoso jeitinho brasileiro, Lamberty alerta: “ os princípios são transmitidos pelos pais e os pais sendo desonestos teremos um futuro muito duvidoso dos jovens”. Ele lembra que os jovens são o futuro da política e da moral brasileira, numa nação de grande potencial, que não é bem aproveitado. “Então, no dia que o brasileiro tiver vergonha disso, muitos dos problemas do país serão resolvidos”, desabafa o compositor.

DSC_0063

Lamberty externa sua preocupação com o futuro do país. (Foto: Matheus Kunzler/ Lab. de Foto e Memória-Unifra)

Texto elaborado pela acadêmica de jornalismo Caroline Comassetto/Jornalismo Unifra
Professor responsável: Jornalista Bebeto Badke (MTB 5498)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *