VENHA SER UM LEITOR VOLUNTÁRIO NA FEIRA

Há quem acredite que a melhor maneira de criar um novo leitor é estimulá-lo a ouvir histórias. Isso é que o professor alfabetizador Maurício Leite faz:, por onde passa, seu projeto Mala de Leitura incentiva o compartilhamento de leituras. E foi assim que surgiram, na Feira do Livro de Santa Maria, os Leitores Voluntários: pessoas dispostas a compartilhar histórias e encantar pessoas para que elas gostem de ler.

Na tarde desta terça-feira, as estudantes Jacinta Antoniolli Testa, 17anos, Luiza Freire da Fonseac, 16, Lucia Gonzales, 16 e Isabela da Rocha Barchet, 16, passearam pela Praça Saldanha Marinho e abordaram crianças para ler histórias. Elas se disponibilizaram a participar da iniciativa, levando em uma sacola, livros infantis para compartilhar com o público da praça.

“Adorei o projeto, pois gosto muito de crianças, e ler as histórias para elas é muito bacana. Admirei muito a história do Maurício, um homem incrível que dedicou toda sua vida para uma causa, que é ensinar as crianças a gostarem de ler. E é por onde tudo começa”, disse a estudante Lucia Gonzales.

Dezenas de pequenos foram surpreendidos e ouviram atentos às histórias lidas pelas leitoras.

A Feira do Livro ainda procura leitores voluntários para espalharem mais leitura pela praça. Para ser voluntário, basta ter disposição para compartilhar histórias e entrar em contato com a organização da feira. Na Sala de Vidro da Praça Saldanha Marinho, procure a produtora Rose Carneiro.

Ler e contar histórias é um ato que encanta as crianças. (Foto: Ronald Mendes)
Ler e contar histórias é um ato que encanta as crianças. (Foto: Ronald Mendes)

Cobertura especial: Jornalista Liciane Brun/ Veleiro Conteúdo Criativo
liciane@veleiroconteudo.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *