terça-feira, maio 28, 2024
Feira do Livro 2018

14º CARTUCHO: A ARTE DA RESISTÊNCIA NA PRAÇA

A arte dos cartuns encheu de cor a Praça Saldanha Marinho, durante a Feira do Livro de Santa Maria, no último fim de semana. Concomitante à feira ocorreu, de sexta a domingo, a 14ª edição do Encontro de Cartunistas Gaúchos, o Cartucho. Vinte cartunistas de todo o Estado levaram um pouco de sua arte e criatividade até a praça em três dias de atividades.

O Cartucho abriu sua programação na noite de sexta-feira, com show do músico santa-mariense Beto Pires e com a escolha do tema que nortearia as produções de cartunistas. Pela primeira vez o público teve espaço para subir ao palco e defender o tema. Com 70% dos votos, o tema escolhido foi o lixo.

Os cartunistas participantes tiveram 24 horas para concluírem suas produções. O sábado foi dia de produção dos cartunistas e também de interação entre o público: crianças e jovens puderam participar desenhando e também servindo de inspiração para desenhos de outros cartunistas.

“O fato de termos o apoio e a infraestrutura da Feira do Livro foram muito importantes para o Cartucho. Também enxergamos a contribuição do Cartucho para a feira, pois nossas atividades acabam chamando as crianças, os jovens desenhistas, que podem sair de casa e produzir na praça conosco”,  comenta o cartunista Máucio, um dos organizadores do Cartucho.

Douglas Dias, um dos 20 cartunistas que participaram do Cartucho, avaliou esta edição como mais produtiva do que as anteriores.

“O tema foi um desafio, pois nossa ideia foi fugir do óbvio, sair da cartilha educacional. Então abordamos nas nossas produções o lixo sonoro, cultural, político. Foi um desafio muito bacana. Além disso pudemos reencontrar amigos, ver gente nova produzindo. Tornou-se algo orgânico, contaminou o público, que participou também. Foi realmente muito legal”, revela o jovem.

Ele ainda destacou a importância de um encontro como o Cartucho para o cartum brasileiro:

“Não existe outro evento no Estado, quiçá no país, relacionado ao cartum, além do Cartucho. Santa Maria acaba sendo o coração do cartum, em um momento em que infelizmente as produções vêm desaparecendo, saindo dos jornais e perdendo espaço.  Esse é um movimento de resistência e arte”

Os trabalhos produzidos pelos cartunistas ficarão em exposição na Praça Saldanha Marinho até o final da Feira do Livro de Santa Maria, no domingo, dia 13 de maio.

foto_cartucho_ronald_mendes

Texto elaborado pela jornalista colaboradora Liciane Brun/ Leve-se e Veleiro Conteúdo

Foto: Ronald Mendes