quinta-feira, junho 13, 2024
Feira Do Livro 2019TODAS EDIÇÕES

A MEMÓRIA PASSA PELO PASSO DO VERDE

O documentário Passo do Verde foi exibido no palco do Livro Livre na noite desta segunda-feira, 29. A produção tem direção de Alan Orlando e Helena Moura, da TV OVO, e teve  um público que interagiu com os diretores ao final da exibição, através de diversas perguntas, considerações e elogios.

O média-metragem faz parte das produções do projeto Por Onde Passa a Memória da Cidade, que abordou cada um dos distritos de Santa Maria, separados em nove obras de diferentes diretores.A produção começou em fevereiro de 2018, quando a dupla foi gravar imagens no local,  ainda sem saber que viriam a dirigir o filme.

“O documentário é sobre o que tem neste distrito do interior de Santa Maria, desconhecido pela maioria das pessoas. Lá, no Passo do Verde, tem muita extração de areia e muitas lendas passadas pelos moradores. No filme, também pudemos retratar histórias do desenvolvimento do distrito, como era no passado e como é hoje”, conta Helena.

Ao todo, colaboraram com entrevistas para o filme, sete moradores do local e um ex-morador. “É a história do lugar contada pelas pessoas que tem histórias lá”, explica Alan.

A obra apresenta as características mais marcantes do Passo do Verde, ao abordar as enchentes, por exemplo, os personagens explicam  como elas afetam suas vidas, as informações e histórias se cruzam e de várias, viram uma só. Eles falam desde sobre as plantações naquelas terras, até sobre o apego que tem para com o local, e porque de lá não saem.

Artista plástica e presidente da Associação dos Amigos do Theatro 13 de Maio, Marilia Chartune,  acompanhou à exibição do filme. “Admiro muito o trabalho da TV OVO, então, é um orgulho muito grande estar aqui na Feira prestigiando este documentário. Eu já assisti as outras obras sobre os distritos, e estava ansiosa para conferir esta. Para mim, o que este projeto tem de melhor, são as entrevistas de pessoas que fazem relatos fieis sobre como que vivem. Nesta obra em especial, também gostei muito da fotografia”, destaca Marilia.

A professora Gilsione Argenta, 48, estava passeando pela Feira com a amiga Ilda Mello. Elas  se interessaram pela temática do filme exibido. “Esta é uma forma importante de valorizar aquilo que é do município de Santa Maria, do interior, principalmente, porque estas localidades têm uma história para si mesmas e para a formação da cidade que precisam ser mostradas”, enfatiza Gilsione.

Passo do Verde

Texto elaborado pela acadêmica de Jornalismo/UFN Gabriele Bordin

Foto: Laura Gomes/LABFEM-UFN

Professor responsável: Jornalista Bebeto Badke (MTb 5498)