A PLURALIDADE LITERÁRIA EM PROSA E VERSO

A Academia Santa-mariense de Letras lançou na tarde desta terça Em Prosa e Verso IX, uma obra coletiva, organizada por Lígia Militz da Costa e Evandro Weigert Caldeira, com a contribuição de membros e correspondentes da Academia. A obra coletiva contou com a participação de 30 escritores, que escreveram 86 textos, divididos em poesia e prosa. Este livro marca a comemoração dos dez anos da Academia Santa-mariense de Letras.

A Presidente da Academia Lígia Militz da Costa destacou que a pluralidade e a criatividade são uma marca da Academia, pois eles sempre fazem esse tipo de conjunto de textos.

As acadêmicas autoras efetivas, Tânia Lopes e a Letícia Raimundi Ferreira destacaram que sempre contribuíram com textos, para todas as edições da obra Em Prosa e Verso. O acadêmico autor Máximo  Trevisan lembrou a diversidade de percepções, de leitura, de vida e emoções. “Quem lê percebe esse mosaico, essa diversidade e isso é muito bom para mostrar essa maturidade e a qualidade da área de letras em Santa Maria”, destacou Tresivan, que foi um dos fundadores da antiga Associação, hoje Academia Santa-Mariense de Letras. Além dos textos dos acadêmicos efetivos e dos correspondentes, a obra Em Prosa e Verso IX, também contém textos in memoriam, de Antônio Augusto Brum Ferreira e da Professora Ruth Farias Larré.

A antologia reúne dezenas de escritores. (Foto: Mariana Olhaberriet/ LABFEM-UNIFRA)
A antologia reúne dezenas de escritores. (Foto: Mariana Olhaberriet/ LABFEM-UNIFRA)

Texto elaborado pela acadêmica de Fernanda Gonçalves / Jornalismo – UNIFRA
Prof. responsável: Jornalista Bebeto Badke (MTB 5498)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *