terça-feira, maio 28, 2024
Feira do Livro 2023TODAS EDIÇÕES

ATOS DE RESISTÊNCIA EM MEIO AOS TEMPOS DA PESTE

Foi lançado na tarde deste sábado (13), na Feira do Livro de Santa Maria, o livro “Crônicas dos Tempos da Peste”, de autoria do advogado Márcio de Souza Bernardes. O livro soma 49 textos que foram publicados em sua coluna semanal para o jornal Diário de Santa Maria.

A obra é um registro dos primeiros anos (de maio de 2020 a abril de 2021) da pandemia de Covid-19 a partir de um viés político e social. Entre angústias, reflexões sobre democracia, autoritarismo e resistências, Márcio aborda os tempos obscurantistas de uma conjuntura política centrada em negacionismo, tendo como pano de fundo a maior crise sanitária do século. 

“A gente viveu e ainda vive tempos complicados. E em 2020 e 2021 foram ainda mais tensos. Eu imaginei trazê-las [as crônicas] para um livro exatamente para ser um registro histórico. É um período bem marcado, esse governo nefasto do Bolsonaro que nós tivemos, são questões que não devem ser esquecidas”, comenta.

Márcio relatou a importância de manter a ordem cronológica das publicações realizadas no jornal na edição do livro. 

“Elas foram publicadas [no livro] por ordem de publicação [no jornal] por guardarem um nexo temporal mesmo. A cada crítica que fazia sobre eventos do governo, ou alguma situação da semana, eu acabava colocando o número das pessoas que haviam falecido por decorrência da Covid. Ao ler essas crônicas a gente vê que esse número vai aumentando. Parece que o livro acaba trazendo a  tensão que a gente viveu naquele tempo, justamente pela ordem cronológica dos textos”, relata o escritor. 

O autor analisa o livro e as 50 edições da Feira como um ato de persistência.

“50 anos marcam uma trajetória da Feira do Livro, inclusive de resistência. É fundamental para a difusão da cultura, da cultura do livro. Eu acho que estar na Feira do Livro com um livro que é de resistência, é também revisar a resistência na continuidade da literatura”, destaca.

A publicação é uma parceria entre as editoras Bestiário e Rede Sina.

Foto e Texto: Nathália Arantes – acadêmica de jornalismo da UFN

Jornalista responsável: Letícia Sarturi (MTB 16.365) – BAH! Comunicação Criativa