quarta-feira, maio 22, 2024
Feira Do Livro 2019TODAS EDIÇÕES

LIVROS RAROS: É SÓ CATAR E APROVEITAR

Além de livrarias, a Feira tem alguns sebos, com livros raros que às vezes passam desapercebidos pelos visitantes.Os livreiros contam que nem todas as preciosidades encontradas nas lojas podem ser trazidas à Feira, pois  precisam de muito cuidado no manuseio e transporte. As páginas das obras do século passado já estão desgastadas, e muitas, caídas, mas o valor só fica maior conforme o tempo passa.

O Mercado do Livro, sebo santa-mariense, tem quatro livros peculiares nas prateleiras da Feira, cheios de ilustrações e regionalismos. São eles: Martin Fierro, de Jose Hernandéz, por R$370, História Universal dos Instrumentos Musicais, de Emily Floyd Gardiner, por R$130, Indumentárias Gaúchas (1976), ilustrado, do Uruguai, por R$350, todos em espanhol e A Colônia do Sacramento, único em português, por R$95, com mapas.

O Sebo Camobi tem  o clássico Admirável Mundo Novo (1894), de Aldous Huxley, em dois exemplares, por R$29,90 cada. Uma edição é da Editora Globo, o exemplar é de número 1.248, de quando ainda se contava cada um por numeração, de 1980. A outra é da Editora Abril, de 1982. Antonio Marcos Medeiros, dono do sebo, explica que é raro encontrar um exemplar desta obra em bom estado de conservação, além disso, a obra é muito relevante pelo assunto atual tratado no século XIX. A obra também se tornou filme.

Na livraria e sebo Calle Corrientes, de Porto Alegre, há um dicionário do Quechua, língua do povo Inca, para o espanhol, em edição peruana, raro no Brasil.

Na banca do livreiro Ricardo Stefani, é encontrada uma coleção de arte da década de 1950, de diferentes autores.

Na Ana Terra, há livros com grandes dedicatórias, como de Érico Veríssimo e Raquel de Queiróz. Além disso, se pode encontrar o livro Assim Vivem os Italianos, em 3 volumes.

Na banca da Terra X Comics, pode ser encontrada a coleção Sweeth Tooth, de Jeff Lumiere, que teve a primeira versão em português brasileiro em 2013. O conjunto de seis livros custa R$240.

DSC_0005

Texto elaborado pela acadêmica de Jornalismo/UFN Gabriele Bordin

Foto: Eduardo Camponogara/LABFEM-UFN

Professor responsável: Jornalista Bebeto Badke (MTb 5498)