sexta-feira, junho 14, 2024
Feira do Livro 2024

Feira do Livro celebra Dia Mundial do Meio Ambiente com literatura e plantio de árvores

“Era uma vez uma árvore…”  Assim começou esta quarta-feira (05), Dia Mundial do Meio Ambiente, na 51ª Feira do Livro de Santa Maria. A festa literária realizou uma ação especial em alusão à data através de leitura de livro e plantio de 10 árvores frutíferas na EMEF Major Tancredo Penna de Moraes.

O livro que trouxe a narrativa de conscientização sobre a preservação e a importância das árvores foi “A Árvore Generosa”, de Shel Silverstein. A leitura foi realizada pelo ator Felipe Mendes, que instigou os ouvintes a interpretarem a história de amizade da árvore e a metáfora de respeito ao meio ambiente. “Eu acho que (a atividade) só reforça tanto o que a gente deve fazer para o meio ambiente quanto o que a gente faz como artistas, que é sensibilizar as pessoas”, afirma Felipe.

 

Felipe Mendes realizou a leitura da obra A Árvore Generosa para estudantes do 6º ano

 

A atividade trouxe renovação para a comunidade escolar, que ocupa a nova sede há um ano. De acordo com a diretora Deina Farenzena, a iniciativa ainda despertou lembranças do antigo espaço, que tinha um pomar já consolidado e outro em crescimento. “A gente está tentando trazer para cá um pouco do que a gente deixou na sede antiga e também renovar nas crianças a prática do plantio, do cultivo. Plantar é vida, é renovação, é trazer vida para o espaço que estamos ocupando”, enfatiza a educadora.

PLANTANDO CONSCIENTIZAÇÃO

Após a leitura em sala de aula, os estudantes se reuniram no pátio da escola para plantar as mudas de ameixeira, cerejeira, macieira, entre outros tipos, com o auxílio de Felipe Mendes. Apesar dos frutos só serem colhidos no futuro, por outras gerações, os jovens tinham consciência de que o ato também impactava o presente.

As árvores são importantes para o oxigênio. É importante cultivar para o meio ambiente porque se não tiver o meio ambiente, o ser humano não consegue viver. Se não tiver o ambiente como as árvores e a grama não existe vida”, explica o aluno do 6º ano do Ensino Fundamental, Thomas Negrini, 11 anos, que auxiliou a plantar as árvores.

 

Com o auxílio de Felipe Mendes, os estudantes plantaram dez árvores frutíferas no pátio da escola

 

Entre os alertas sobre o meio ambiente apontados pelos estudantes estão os problemas de desmatamento e poluição. “Eu achei uma ação boa porque contribui com o mundo (…) As pessoas estão queimando muitas coisas, por exemplo, plástico, resíduos e isso polui o mundo. Essas árvores vão contribuir para o ar”, comenta a estudante Jadielle Flores Pena, 12 anos.

A 51ª Feira do Livro de Santa Maria é uma realização da Prefeitura de Santa Maria, por meio das Secretarias de Cultura e de Educação; Cesma; Câmara do Livro; 8ª Coordenadoria Regional de Educação; Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); Universidade Franciscana (UFN) e Instituto Federal Farroupilha (IFFar). A produção cultural é de Denise Copetti e Bah! Comunicação Criativa. O incentivo cultural é da Clínica Viver, Rede Vivo, Unimed e Sul Veículos, com apoio da Gráfica e Editora Pallotti. O patrocínio é da Corsan, com financiamento da Lei de Incentivo à Cultura (LIC) de Santa Maria e Fundo de Apoio à Cultura – FAC/RS, Secretaria da Cultura – Governo do Estado do Rio Grande do Sul #proculturars.

 

Fotos: Marcelo Oliveira/PMSM

Texto: Letícia Sarturi (MTB 16.365) – BAH! Comunicação Criativa